Dragon ball B.T.U

O Universo não é o limite

Episódio 105: O Reencontro

Posted by gabrielr15 em outubro 29, 2011

O silêncio se propagou em ondas pelas arquibancadas. Todos ficaram olhando para o céu tentando ver o que os lutadores estavam vendo, mas ninguém enxergava nada.

O silêncio foi trocado por murmúrios de desentendimento e depois por exclamações de “O que foi?”, “Vão desistir?” e “Parem de olhar para o céu e voltem a lutar seus…”.

Nº 10 observava atônito o céu de uma maneira que mostrava que ele nunca estivera tão desconcertado quanto agora.

Pan sentia a energia se chocar em seu corpo lentamente e a absorvia com seu próprio ki e não conseguia catalogar com nada que houvesse sentido antes.

Os garotos olhavam interessados para o fonte daquela estranha energia que parecia o tal de “ki” mas era diferente da que eles próprios irradiavam.

Era um ki estranho.

(Pan) – O que é isso?

(Nº 10) – É um ki, mas não parece ser um ki.

(Pan) – É diferente, nunca senti um ki assim, parece…

(Nº 10) – Menos substancial, como se o ki normal fosse feito de vários elementos e esse faltasse algum.

(Pan) – E parece ser tão grandioso e está vindo de tão longe… Qual é o poder de luta?

(Nº 10) – Não consigo detectar, é incalculável…

Pan ficou observando Nº 10 horrorizada. Todos os inimigos que eles tiveram um dia Nº 10 foi capaz de definir o poder de luta exato deles, mas esse “ki” que vinha do céu não podia ser definido… Será que não podia ser definido por ser maior do que os sensores de Nº 10 podiam sentir? Ou será que por ele ser menos substancial ele não podia ser definido. Ela torcia que fosse a segunda opção.

Outro ki riscou o céu vindo de outra direção.

Pan se virou e se pôs em posição de combate, mas era Piccolo que pousou na arena.

(Goku Jr.) – Quem é você? Porque você é verde?

(Piccolo) – Sou Piccolo Majunia, sou um namekuseijin. Você é o neto de Pan.

(Juiz) – Desculpe-me senhor, mas o senhor está atrapalhando uma…

(Piccolo) – Estamos em uma situação de crise, relés torneios humanos podem esperar. Alguma coisa grande e poderosa está vindo na nossa direção. Precisamos nos preparar para uma batalha.

Todos nas arquibancadas ficaram em silêncio ao ouvir as palavras de Piccolo. Nº 10 apareceu instantaneamente ao lado dele e Pan pulou uns 50 metros no ar e pousou ao lado de Piccolo. Os garotos se aproximaram dos adultos e todos olharam para o céu mais uma vez.

(Goku Jr.) – Vovó, você conhece essas pessoas?

(Pan) – Sim, eles fazem parte do grupo de guerreiros que salvou a terra inúmeras vezes com meu avô Goku.

O juiz olhou impressionado para eles ao ouvir as palavras de Pan.

(Juiz) – Bom senhores, aqui estão alguns dos guerreiros que lutaram ao lado de Goku, e segundo eles alguma coisa está vindo para a Terra, então daremos essa luta como suspensa e continuaremos o torneio em alguns di…

Nº 5 se materializou ao lado de Nº 10 com os olhos no céu também.

(Nº 5) – Pai, você consegue definir o poder de luta deles?

(Nº 10) – Não.

O silêncio novamente. Ninguém nas arquibancadas falava. Dois riscos de luz branca romperam o céu e Yuki e Gorin pousaram na plataforma. Ambos estavam com seus 97 anos, mas aparentavam estarem no auge dos seus 60 anos, na questão de aparência do rosto, seus cabelos ainda mantinham a cor natural e eles aparentavam ter a saúde de uma pessoa muito mais jovem. E aparentavam muito mais força também.

(Vegeta Jr.) – Vovô!

(Yuki) – Oi Vê, tudo bem?

(Vegeta Jr.) – O que está acontecendo vovô, esse poder que está no céu é diferente do que você me ensinou a pressentir!

(Yuki) – Eu percebi. Vejo que ou temos um novo aliado, o que acho meio improvável com a sorte que geralmente temos e com o fato desse planeta ser o maior imã de problemas do universo, ou…

(Gorin) – ou teremos uma briga daquelas para alegrar nossa aposentadoria!

Eles riram, mas ninguém mais parecia estar com esse clima. Goku Jr. observava Gorin que ele tinha visto em um churrasco há alguns anos e era seu parente.

(Nº 10) – Precisamos reunir as esferas do dragão.

(Goku Jr.) – As esferas do dragão?! Eu sei onde está uma, de quatro estrelas, está na antiga casa do meu tataravô Goku…

(Nº 10) – Essa é uma das esferas antigas, das esferas criadas aqui na Terra. Essas têm limitações, como o fato de absorver energia negativa conforme são feitos os desejos e serem mais fracas para realizar os pedidos. Precisamos das esferas que vieram de Kelphenzend.

(Yuki) – Eu pensei nisso. Trouxe o radar do dragão de bolso, e a nave que usamos na caça aos dragões numa cápsula.

(Nº 5) – Eu vou buscá-las. Me dê o radar e eu volto logo…

Nº 5 pegou o radar e sorriu consigo mesmo. Ele estava louco por uma boa briga. Dava uma estranha nostalgia a ele procurar esferas do dragão para reverter danos causados por um combate. Ele se teleportou.

Um ki hediondo tomou o leste do planeta que fez Goku Jr. e Vegeta Jr. tremerem de medo. Era gigantesco e parecia ter sido maligno antigamente, como o de Piccolo. Niko veio voando e chegou à plataforma, assustando os garotos. Ele parecia bem menos humano que Piccolo ou que os andróides.

(Niko) – Loucura minha achar que esse planeta ia ficar em paz para sempre não é? Acho que estouramos demais o limite de paz não é? 80 anos… Será que 100 anos de paz é pedir muito?

Gorin, Yuki e Piccolo riram com gosto. Pan e Nº 10 estavam extremamente preocupados com o futuro do planeta. Não havia mais Goku, Vegeta ou Gohan para ajudá-los. Vegeta e Gohan haviam morrido de morte natural, ou seja, não poderiam mais voltar. Goku se matara, mas pedira ao dragão que não pudesse mais ser revivido, então dava na mesma que se ele tivesse morrido de morte natural. A única guerreira da antiga geração que podia ser revivida era a Nº 18 e ela não tinha muito poder para uma batalha. Eles estavam sozinhos.

(Nº 10) – Impacto em 30 segundos.

Nº 5 apareceu do lado deles com duas esferas em cada braço.

(Nº 5) – Ainda faltam 3…

(Nº 10) – Se houver um combate nós damos conta por enquanto. Sei que você é o mais forte, mas busque as esferas e depois volte. Deixe-as no planeta Supremo e leve Dendê para lá. Não posso garantir que a Terra sobreviva. Se a coisa não estiver vindo para cá em especifico, ela vai atravessar o planeta e destruí-lo.

Nº 5 desapareceu e um risco vermelho cortou o céu. Na outra extremidade da plataforma, de frente para eles, havia alguma coisa.

 

Que “coisa” é essa? Será aliado ou inimigo? Porque depois de 80 anos de paz, a Terra voltou a ser alvo de criaturas do espaço?

Não percam o próximo episodio de DragonBall BTU v2: “O Aviso do Fim do Mundo”.

3 Respostas to “Episódio 105: O Reencontro”

  1. Wenerson fanatico said

    Às vezes você pode pensar que não recebe muitos posts mais é porque ninguém tem algo a dizer.
    Sempre falamos normalmente:legal, boa história, demais, parabéns, mas isso já é passado e não temos mais nada a comentar o que resta é simplesmente dizer com toda verdade:

    EXCEPCIONAL…

  2. vinicius said

    poderia fazer ele virar desenho tenho certeza que não seria fracaso igual o gt.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: