Dragon ball B.T.U

O Universo não é o limite

Episódio 113: Morte e Ressurreição

Posted by gabrielr15 em julho 27, 2012

Goku estava sentado calmamente sobre o chão em um campo gigantescamente verde e cheio de vida, um lugar que qualquer ser poderia chamar de paraíso, e na verdade era mesmo o paraíso.

Sua cabeça estava a mil. Ele não encontrou Dai-Kaioshin nem Kibishin no planeta Supremo. O Sr. Kaioh e o Super Sr. Kaioh não sabiam de nada nem aonde os supremos haviam ido. O universo estava com suas principais divindades desaparecidas.

Ele sabia que talvez eles estivessem resolvendo alguma grande questão dos vivos e era isso, acima de tudo, que o preocupava. Ele tinha sentido o ki de Slave.

Na verdade era parecido com o ki de Slave da mesma forma que o ki de Master era parecido com o ki de Slave. Era o mesmo ki, só mudava a forma como ele se apresentava. E era uma garoto, decididamente um garoto muito parecido com Slave. E isso era o que mais o assustava, além do fato dele ter simplesmente desaparecido do inferno o que levava Goku a pensar que ele havia revivido.

Goku queria saber o que estava acontecendo no mundo dos vivos. Mas ele não precisou esperar muito, pois Gorin veio correndo em sua direção.

No mundo dos vivos a situação estava complicada.

A morte de Niko realmente causou uma melhora no vazio de Seraphium, o suficiente para ele sorrir de felicidade, só para logo em seguida gritar de dor, um grito espectral, parecia que ele estava sendo torturado e sofrendo a pior dor do universo. Ter a cabeça explodida, os braços arrancados, nada fizera ele gritar, agora esse ataque doía mesmo. Após 5 segundos de gritos, Seraphium se aquietou, respirou fundo duas vezes e observou os guerreiros Z.

(Seraphium) – A vez do andróide agora.

Nº 5 voou com toda a velocidade contra Seraphium e com um soco Kamehameha empurrou a cabeça de Seraphium até o chão e entrou dentro da mesa batendo contra o chão e a mão de N° 5 explodiu contra o chão após transpassar a cabeça de Seraphium.

O processo de cura acelerada fez com que o braço de N° 5 explodisse antes mesmo dele pensar em algo e Seraphium inteiro arrancou a cabeça do andróide com as próprias mãos, ao que a esfera negra atravessou N° 5 explodindo seu chip, e Seraphium arrebentou a cabeça do andróide com as próprias mãos.

E por fim o seu golpe de ki exterminou Nº 5 para sempre.

Isso foi tão rápido que quando N° 5 desapareceu por completo, N° 10 que tinha partido para o ataque quando Seraphium arrancou a cabeça de N°5 e agora ele chegou no imortal e bateu com toda a sua força contra o peito dele transpassando-o e explodindo sua própria mão e braços e criando rachaduras por toda a superfície do imortal.

Mas ele nem se deu ao trabalho de fazer nada com o andróide. Ele riu, completamente em paz e extasiado com a morte de N° 5 que preencheu completamente o seu vazio interior. E logo em seguida a dor que parecia que estavam torturando ele em níveis inimagináveis e por fim duas respiradas e ele estava bem.

Enquanto isso o braço de Nº 10, ou pelo menos o que restara dentro de Seraphium se desfez por completo quando ele se regenerou. A mão de Nº 10 e um pedaço do braço se regeneraram e ficaram no ar flutuando a uns 5 cm do toco que sobrara do braço do andróide. O espaço de 5 cm era o que havia desaparecido. O braço do andróide se remodelou inteiro na frente de todos, ficando ligeiramente mais magro que o outro para se encaixar e ter o mesmo tamanho.

Seraphium havia ficado completamente imóvel agora e estava de olhos fechados e tinha um pequeno sorriso no rosto. Se o mundo explodisse ele nem notaria, estava em paz. Depois de tantos anos universais, ele estava em paz. O vazio se preenchera por completo com a morte de N°5, ele realmente tinha muito poder agregado.

Os olhos que olharam para os guerreiros estavam um pouco menos frios que antes e as leituras de Nº 10 indicavam que o buraco negro do peito de Seraphium tinha quase desaparecido por completo.

(Seraphium) – Fazia tantos anos que eu não sentia isso.

(Nº 10) – Seu desgraçado, matou Nº 5 e Niko!

(Seraphium) – E foi o suficiente desse poder por enquanto.

E a esfera negra desapareceu. Seraphium caiu de joelhos no chão fazendo força para não gritar.

(Seraphium) – Agora…

(Goku) – Não se preocupem eles já estão voltando, Niko, Nº 5 e Gorin.

Todos olharam para todos os lados ao ouvirem a voz de Goku.

(Piccolo) – Goku?

(Goku) – Eu estou falando por intermédio do Sr. Kaioh, e amigos não desistam, vocês podem acabar com ele! Desculpe não poder ajudá-los, essa batalha é com vocês…

E então Niko, Nº 5 e Gorin apareceram flutuando ao lado de Piccolo, ressuscitados e prontos para a batalha que estava por vir

Seriam eles capazes de se fundir e acabar para sempre com Seraphium? E aquele poder do inimigo, serão eles capazes de impedir que ele o refaça? E Pandora, ela aparecerá para ajudar seu “irmão”? E Select se tornará mesmo um imortal?

Não percam o próximo episodio de DragonBall BTU v2: “Surge Niko5”

Anúncios

2 Respostas to “Episódio 113: Morte e Ressurreição”

  1. Wesley said

    muito foda,mal posso esperar pela continuação

  2. gabrielr15 said

    Logo, você a terá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: